quinta-feira, 24 de junho de 2010

Melhor cabeleireiro masculino do Brasil é carioca, Moises Cabeleireiro!


Melhor cabeleireiro masculino do Brasil é carioca

Dono de salão na Ilha do Governador, Moisés coleciona títulos desde os 15 anos e já tem até comunidade de clientes fiéis no Orkut

Rio - O melhor cabeleireiro de corte masculino do Brasil, que hoje tem mais de 3 milhões de profissionais no ramo, é do Rio. Dono do salão no nº 2.775 da Estrada do Galeão, na Ilha do Governador, Moisés de Carvalho, 33 anos, venceu este mês a 3ª Feira Internacional de Beleza, Cabelo e Estética (Hair Beauty Expo 2009), no Riocentro. Desbancou 40 representantes de todas as regiões do País. Na final, ganhou com um exuberante topete vermelho no modelo Igor Coutinho, no melhor estilo Elvis.

A intimidade com a tesoura e o pente foi herdada do pai, outro colecionador de prêmios nacionais e internacionais, que atende hoje num shopping da Zona Sul. “Aos 15 anos, ganhei o meu primeiro título, o de campeão carioca. Aí vi que tinha realmente encontrado minha profissão, que amo”, diz Moisés. Num dos concursos, bateu recorde nacional, fazendo corte masculino em só quatro minutos.

Com cadastro de 4,5 mil clientes, homens e mulheres, Moisés coleciona jovens fãs. No Orkut, a comunidade “Eu espero até cinco horas para cortar cabelo com o Moisés” tem mais de 200 membros. “Sou um deles. Só confio nele”, diz o vendedor Anderson Batista Pereira, 27. “Minha família toda corta com o Moisés”, atesta a empresária Simone Ferreira, 34, que leva o filho Gabriel, 8, ao salão desde o primeiro corte.

Um policial que passou a cortar o cabelo no seu estabelecimento para investigar, à paisana, a denúncia de que lá seria um ponto de venda de drogas, devido ao suspeito entra e sai de clientes, corta cabelo com Moisés até hoje.

Agora, o cabeleireiro se prepara para outra feira internacional em São Paulo e para o campeonato mundial na Itália, entre 11 e 21 de abril em quatro cidades: Bérgamo, Bolonha, Veneza e Milão. Levará na bagagem 20 títulos conquistados em outras disputas. Algumas de nível mundial, como o 1º lugar na Copa Latino Americana de 1993 e o 2º lugar no Mundial de Cortes e Penteados, na França, em 1998, quando perdeu para seu pai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário